CURSO DE EXTENSÃO INTRODUÇÃO AO MODELO DE VIRGINIA SATIR EM TERAPIA FAMILIAR

JUSTIFICATIVA

Virginia Satir é conhecida como “a mãe da terapia familiar”, uma das principais pioneiras e representante da abordagem Simbólico-Experiencial, na tradição da Psicologia Humanista e Existencial. Seu lema emblemático é tornar os humanos mais plenos. Seu Modelo terapêutico valoriza cada indivíduo, famílias e casais, em suas singularidades e é conhecido como o de Validação Humana, Processual, de Transformação, de Crescimento.

Embora uma das influências marcantes nas práticas terapêuticas em terapia familiar e reconhecida eficácia em termos internacionais, o Modelo de Virginia Satir ainda é pouco conhecido em profundidade no Brasil. Desse modo, com base nos principais conceitos e habilidades de Satir pretendemos promover reflexões introdutórias sobre o mesmo, bem como dinamizar exercícios vivenciais  entre os(as) participantes, que poderão conhecê-lo e utilizá-lo em suas diversas práticas terapêuticas.

O curso é uma introdução às principais obras de Satir (e de outros terapeutas congêneres), um panorama do Modelo por ela proposto e desenvolvido ao longo de sua carreira como educadora, assistente social, terapeuta familiar e ativista na promoção da qualidade das comunicações, autoestima dos indivíduos, equilíbrio, crescimento, paz nas interações familiares e humanas como um todo e entre as nações.

A promoção da comunicação de qualidade e congruente é uma das principais metas do Modelo, que visa fomentá-la entre todos os membros do sistema familiar, por exemplo, sendo também crucial no processo de formação dos(as) terapeutas que podem atender indivíduos, famílias, casais e grupos diversos.

O(a) terapeuta profissional necessita habilitar-se em questões relacionadas à humanização de práticas que promovam uma comunicação eficiente consigo mesmo e em suas relações, na comunicação dentro do sistema familiar, em uma Instituição ou em uma Empresa, em sua atuação com equipes multidisciplinares etc., nas demandas exigidas em seu fazer cotidiano.

O Modelo pressupõe o uso do self do(a) terapeuta nos processos de transformação junto aos clientes. Assim, a formação profissional nesse contexto aponta para a necessidade de autoconhecimento de cada terapeuta, sendo que na formação para a prática é necessário vivenciar, experimentar o Modelo, rumo ao seu próprio desenvolvimento e transformação, pois só poderá buscar potencializar junto aos clientes certos processos de mudança que já vivenciou. Desse modo, o curso será teórico e, em especial, vivencial, embora destaquemos que seu caráter didático é fundamental e não deve ser encarado como workshop  terapêutico, pois é um curso introdutório de formação de terapeutas no Modelo de Virginia Satir.

OBJETIVOS

Propiciar aos(às) participantes informações teóricas e vivências em interações em grupo, baseadas no Modelo de Virginia Satir, na promoção tanto de desenvolvimentos profissionais dos(as) terapeutas, quanto pessoais, com base nas dinâmicas propostas, favorecendo o  aprendizado por meio de teorias e práticas experienciais que abrangem formas de comunicação humana congruentes e eficazes etc., em seus cotidianos e junto aos clientes em settings terapêuticos.

PÚBLICO-ALVO

Terapeutas, Psicólogos(as), Assistentes Sociais, Pedagogas(os), Psicopedagogas(os) e demais profissionais graduados que trabalhem com atendimentos a famílias, casais ou grupos.

CARGA HORÁRIA

40 horas – Sábados – 1 vez por mês – das 8h30 às 17h30

COORDENAÇÃO:

Ms. Cleonice Peixoto de Melo

Especialista Alexandre Kassis

METODOLOGIA:

Aulas expositivas e dialogadas; leituras, exercícios terapêuticos vivenciais em grupo, exercícios individuais, compartilhamento de experiências e discussões coletivas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Contexto e significado da obra de Virgínia Satir

Satir: Vida e “Círculo de Influência”

Crenças e teorias subjacentes do Modelo Terapêutico de Satir

O Modelo Orgânico (Satir) X O Modelo Hierárquico

Os Objetivos da Terapia

Padrões de Comunicação Disfuncionais; Estâncias de Estresse; Esculturas Familiares

Promoção da Autoestima, Congruência e Crescimento

O terapeuta familiar como pessoa e como profissional: a importância do Self do terapeuta e dos clientes no processo de mudança e crescimento

As Fases do Processo de Mudança: status quo, elemento de fora, caos, novas opções, prática e integração

Os Veículos de Mudança: a Reconstrução Familiar; a Festa das Partes; a Metáfora do Iceberg Pessoal; a Mandala do Self; Meditações etc.

Exercícios para ampliação da consciência (awareness)

As habilidades terapêuticas de Satir

Treinamento Sistemático nas Habilidades de Satir

As fases do Processo Terapêutico – Fase Inicial: criando a disposição para a mudança; Fase intermediária: fazendo Mudanças; Fase Final: reforçando as Mudanças

Exercícios: exercícios em grupo de habilidades terapêuticas, em classe; exercícios individuais extraclasse.

DOCENTES DO CURSO

Ms. Cleonice Peixoto de Melo

Especialista Alexandre Kassis