CURSO DE EXTENSÃO: PSICODRAMA INTERNO TRANSGERACIONAL

JUSTIFICATIVA

O trabalho com família na contemporaneidade tem apresentado cada vez mais necessidade de o profissional buscar inovações para sua atuação profissional eficiente. Demandas que exige do profissional a busca por qualificações específicas para desenvolver melhores formas de intervir numa perspectiva humana e com substancializada. Todos nós ressoamos um lado escuro de nossos ancestrais. Conhecer esse lado, ou seja, vê-lo em ação, é o primeiro passo para uma vida melhor. Conviver com ela é o desafio de uma vida inteira. Na ação transgeracional aprenderemos a ler os sinais que estão codificados nos acontecimentos da vida cotidiana de tal forma que adquirimos consciência, substância e alma. Na verdade, trabalhar com nossos ancestrais é pura e simplesmente trabalhar com a própria alma

OBJETIVOS

Preparar profissionais e ou estudantes em psicoterapias para trabalhar com os fenômenos ancestrais que se apresentam no palco psicodramático, com ferramentas e recursos para elaboração de respostas mais qualificadas no âmbito de nossas intervenções profissionais, para melhor atender as demandas sociais impostas atualmente.

PÚBLICO ALVO

O curso é oferecido para profissionais habilitados, que já tenham uma prática habitual como psicoterapeutas, psiquiatras, psicólogos, Psicodramatista, orientadores e conselheiros de diferentes linhas. Este curso não pretende ser uma formação terapêutica básica e, portanto, não se destina a pessoas que ainda não tenham treinamento ou experiência em psicoterapia. LOCAL Av. Pompeia, 2094 Perdizes São Paulo (próximo ao Metrô Vila Madalena).

CARGA HORÁRIA

40 horas. Turma 1 – Semanal: das 9h00 às 19h00. Turma 2 – Quinta à Domingo 8h30 às 18h30.

COORDENAÇÃO 

Alberto Boarini.

METODOLOGIA

Aulas expositivas e interativas, com vivências e práticas desenvolvidas pelos alunos. Focando a valorização da experiência profissional relacionada entre o que se faz e o que se aprende.

AVALIAÇÃO

O aluno será avaliado em cada módulo através da participação na aula e pelos trabalhos efetuados. O aluno deverá completar no mínimo 75% da carga horária oferecida pelo curso e assinar lista de presença. A coordenação e os professores serão avaliados pelos alunos através de formulário específico.

CONTEÚDO 

Teoria psicodramática: História e base do psicodrama; Técnicas (duplo, espelho, inversão de papeis e solilóquio; Fenomenologia; Teoria de papeis; etc. – Como reconhecer as energias ancestrais (*) no campo morfogenético: (Rupert Sheldrake) – Os vínculos transgeracionais limitantes, segredos de família, etc. (Anne Ancelin Schutzenberger) – Práticas no palco Interno Psicodramático: Como trabalhar nos mundos intermediários (Realidade suplementar). (Jacob Levy Moreno) – Técnicas para ter acesso às nossas memórias ancestrais: Conhecer de que forma estão registradas em você as histórias dos seus antepassados; Como trazer à luz padrões familiares escondidos; Como o mesmo enredo se repete através do tempo, apesar das pessoas serem outras; Como constatar que o indivíduo está equipado com todas as suas possibilidades de existência; Técnicas para sintonizar o banco de memórias ancestrais (corpo – mente – emoção); Como trabalhar os assuntos inacabados dos ancestrais infelizes; Mostrar como todos os fragmentos perdidos da alma respondem a um trabalho compassivo e amoroso. (Roger Woolger) – Teatro espontâneo ancestral: Os imigrantes. (Alberto Boarini).

CONCLUSÃO

A cura ancestral é uma antiga forma de cura e uma forma de honrar e lembrar todos aqueles que existiram antes de nós. É uma forma de compreender quem somos e de onde vimos. Se não tivermos uma referência de onde vimos, nós estamos metaforicamente sem raízes.